quinta-feira, 26 de junho de 2008

Porque hoje me lembrei de ti …


Recordo o teu sorriso
Cheio de esperança
Perante um futuro incerto
Cruel



A tua vontade de viver
Perante um destino
Efémero
Vazio de cor
Alegria



Relembro a tua infância
A tua juventude
Pedaços de vida
Guardados na memória dos dias
Que juntas partilhamos



Partiste
Para trás ficaram os sonhos
Por realizar
Toda uma vida por explorar
Tanta cor por pintar
Os teus dias tristes



Cedo
Tão cedo tiveste que ir
Mas, na minha memória viverás
Eternamente
Feliz
Guerreira
Audaz



(Dedicado à minha prima Ana – porque hoje me lembrei de “ti”!)


26 de Junho de 2008,
Carla Alves ©

1 comentário:

Eva disse...

Olá Carla:
Adorei este teu poema dedicado à minha filha "ANA". Acho que durante toda a vida dela não foste capaz de lhe mostrar o amor que lhe tinhas. As tuas palavras são simplesmente maravilhosas neste poema que lhe dedicaste, juntamente com o amor que afinal tinhas por ela. Pois só que ama pode escrever assim. Obrigado adorei.Beijinhos e sempre que te lembrares dela dedica-lhe umas palavras tão belas quanto estas. Tia Eva.